quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Concurso

Secretaria Municipal de Educação incentiva a produção textual


O século XX foi marcado pelo grande desenvolvimento econômico mundial, há de se afirmar que com esse grande desenvolvimento econômico houve consequências. Os alvos das grandes mobilizações sociais desse século voltaram-se à causa das florestas, afetadas de forma direta por esse desenvolvimento econômico. Leonardo Boff em seu discurso sobre a Ética Mundial (Saber Cuidar – Ética do Humano – Compaixão pela Terra) nos coloca que o cuidado deve estar na essência da ação do ser humano em relação a sua casa, a TERRA. Cuidar da nossa casa implica em ações diretas em benefício da vida.

Sendo assim a ACT (CORREIOS) incentiva os jovens (até 15 anos) a participarem do 40º Concurso Internacional de Redação de Cartas com o tema – Imagine que você é uma árvore em uma floresta. Escreva uma carta a alguém para explicar-lhe por que é importante proteger as florestas.
E a Secretaria Municipal de Educação de Rio do sul apoia e incentiva os nossos alunos de 6º ano 9º com idade até os 15 anos a participarem desse concurso, pois de alguma forma, o futuro da nossa casa depende das ações desses jovens.

Investimento

Secretaria Municipal de Educação adquire livros para as aulas de Empreendedorismo



Vivemos um mundo de mudanças nos cenários político, social, cultural e econômico do país, diante das propostas de reformulação da Educação Empreendedora, constata-se que os projetos curriculares precisam se adaptar às novas demandas sociais. Estas perspectivas, a Educação aliada à Cultura Empreendedora são elementos desencadeadores de transformações que podem gerar a construção de uma nação mais justa e menos excludente.


Com o objetivo de dinamizar e otimizar as aulas de empreendedorismo da Escola Modelo Arvino Walter Gaertner, da Rede Pública Municipal de Ensino de Rio do Sul, foi realizada a compra da coleção Empreendedor Mirim/Júnior.

A escolha do livro didático de Empreendedorismo, tem como meta construir as bases cognitivas, atitudinais, comportamentais e emocionais do aluno, aspectos necessários para o pleno desenvolvimento humano, bem como para a construção da empregabilidade e da atitude empreendedora.

A coleção, vem garantir a continuidade da Proposta Pedagógica, subsidiando o docente da Atividade Curricular Complementar de Empreendedorismo.

Capacitação

Iniciam as capacitações do Pró-Letramento



A formação continuada desenvolve uma atitude investigativa e reflexiva, que considera o professor o sujeito da ação, valorizando suas experiências, teorias utilizadas, seus saberes e prática. A Secretaria Municipal de Educação de Rio do Sul busca desenvolver e utilizar de formações que venha ao encontro de uma valorização profissional, instigando o educador e buscando por uma educação de qualidade.

Por isso a parceria firmada em 2010 entre a Secretaria e o MEC com a formação continuada – Pró-Letramento, do qual conta com cerca de 35 educadores inscritos.

Nesta primeira fase professores e pedagogos dos anos iniciais receberão uma formação com um total de 120 horas, sendo 84 horas presenciais e 36 horas a distância. As áreas de formação dividem-se em Matemática e Linguagem e Letramento, dos quais o cursista poderá participar de uma área de formação de cada vez, podendo frequentar a outra área na etapa do revezamento, com data a ser definida.


As aulas iniciaram na primeira quinzena de fevereiro e os educadores demonstraram contentamento com as atividades, que proporciona a troca de experiências através dos relatos e ações desenvolvidas.

Cozinha Nota 10

Cozinha Nota 10 começa bem neste ano de 2011!!!


O projeto Cozinha Nota 10 iniciado em 2009 pelo setor de Alimentação Escolar da Secretaria Municipal de educação vem estimulando cada vez mais as merendeiras em oferecer uma alimentação escolar de qualidade aos alunos da Rede Pública Municipal de Ensino de Rio do Sul.

O projeto reafirma a importância das merendeiras no contexto da alimentação escolar, pois elas são as profissionais fundamentais para que o trabalho seja realizado com maestria e sucesso.

Neste sentido, o objetivo maior deste projeto é a valorização profissional fazendo-se necessário um olhar a mais para as potencialidades destes profissionais bem como a necessidade de maior suporte técnico e psicológico no seu processo de trabalho.

Segundo as responsáveis pelo setor de alimentação, Alessandra e Josilene, está cada vez está mais difícil escolher uma Unidade Educacional para realizar a premiação com o selo de qualidade, pois a maioria das cozinhas encontram-se em perfeitas condições de higiene. O trabalho que está sendo contínuo desde 2009, vem apresentando melhorias cada vez mais significativas em relação ao Controle Higiênico-Sanitário relacionados à Alimentação Escolar município, com isso nos da mais ânimo para dar continuidade ao trabalho.

Estas merendeiras produzem cerca de 6.779 refeições mês, em um ambiente que prima por uma excelente infraestrutura, limpeza, organização e comprometimento.

E pela segunda vez quem recebe o selo de Cozinha Nota 10 são as profissionais MARLI TERESINHA HAMM e MARIA WEISE do Centro de Educação Infantil Padre Ângelo Moser, localizada no Loteamento Miranda.

Nutricionista Josilene, as merendeiras e Alessandra Química de Alimentos

É com muita alegria que a Secretaria Municipal de Educação juntamente com setor de Alimentação Escolar parabeniza o excelente trabalho destas profissionais e encaminha um selo de qualidade pelo importante e belíssimo trabalho que elas vêm realizando.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

CODIM

Conselho de Diretores Municipais realizam mais um encontro


Gestores e equipe interna da Secretaria Municipal de Educação, se reuniram na manhã de 18.02 no auditório da secretaria, onde assuntos de gestão administrativa, gestão de pessoas e pedagógico estiveram em pauta.

Janara destacou o Projeto de Professor Volante, cujo objetivo é suprir a falta de professor em casos de licença de saúde, exoneração, afastamento do cargo, punição disciplinar, aposentadoria entre outros. Além disso, estes professores farão sondagens para conhecer melhor a realidade de aprendizagens dos educandos.

Transporte escolar, alimentação, uniforme, censo escolar, enturmação, APPs, estrutura física das Unidades entre outros assuntos também foram discutidos.

Aproveitando o espaço, a Secretária Janara, aproveitou para fazer a entrega do Kit do Diretor, que compunha uma bolsa, caderno, squeeze e um risque-rabisque, agradecendo a todos os gestores pela boa recepção nos encontros do Fala Comunidade, que já atingiu 12 Unidades.


As reuniões do CODIM acontecem mensalmente e proporciona credibilidade nas ações educacionais, com um diálogo aberto entre os gestores, buscando aperfeiçoamento nas práticas pedagógicas e administrativas.

A próxima reunião está marcada para o  dia 18 de março.



segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Fala Comunidade

Fala Comunidade Educadora

Na semana passada a Secretaria Municipal de Educação iniciou o Programa Fala Comunidade Educadora e já atendeu cinco Unidades. 

O objetivo dos encontros é incentivar e promover o diálogo entre todos os integrantes da comunidade escolar, bem como proporcionar um espaço para planejamento de ações educacionais, trazendo melhorias para as Unidades de Ensino.


Segundo a Secretária de Educação, Janara Mafra, é necessário ampliar o diálogo com todos os integrantes da comunidade escolar, com a visão de melhorar cada vez mais a qualidade de ensino através da participação coletiva.

Encontros já realizados:

ANÍBAL DE BARBA


CEI AQUARELA


CEI AUGUSTO BOSCO


CEPLAS E ESCOLA MODELO I



Esta semana os encontros acontecem nas seguintes Unidades:

14/02 - CEI Canta Galo - 19h
15/02 - CEI Cantinho do Amor I - 19h30min
16/02 - CEI Cantinho do Amor II - 19h
17/02 - CEI Cinderela - 19h
18/02 - CE Ribeirão Cobras Norte - 20h

Projeto Bullying

PROJETO BULLYING ENTRE OS FINALISTAS!



Núcleo de Atendimento Multidisciplinar da Secretaria Municipal de Educação, criou no ano passado um projeto de prevenção à violência física e psicológica nas Escolas. O projeto tem continuidade neste ano e concorre a prêmio nacional.


O Projeto Escola Brasil - PEB, apoiador do Projeto Bullying Brincadeira Sem Graça, tem o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade na educação por meio da participação voluntária de funcionários do Grupo Santander Brasil, seus familiares, clientes, fornecedores, entre outros públicos de relacionamento, de maneira conjunta e integrada com dirigentes e demais membros da comunidade escolar (professores, funcionários, alunos, pais, entre outros).

            O Grupo Santander de Rio do Sul, em dezembro, foi a São Paulo representar o Projeto desenvolvido pela equipe do NAM no CE Prefeito Luiz Adelar Soldatelli e Escola Modelo. O Projeto está entre os cinco finalistas, concorrendo com projetos de todo o Brasil como por exemplo, do Rio de Janeiro (Complexo do Alemão).

O projeto já conta com um certificado de reconhecimento, e está agora disputando a primeira colocação. O resultado final será no mês de fevereiro.


quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

VOLTA ÀS AULAS

ALUNOS DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE ENSINO RECEBEM KIT ESCOLAR
 
Secretaria Municipal de Educação cumpre calendário e entrega kit escolar no primeiro dia do ano letivo



Na manhã desta quarta-feira (09), alunos do Centro Educacional Roberto Machado receberam de forma simbólica das mãos do prefeito municipal Milton Hobus e da Secretária Janara Ap. Mafra, o kit escolar.

Foram cerca de 3050 kits distribuídos aos alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Cada kit é composto por mais de trinta itens como lápis, caneta, borracha, caderno, lápis de cor, transferidor, creme dental, compasso entre outros materiais.


Para a Secretária de Educação, Janara, a entrega do kit no primeiro dia de aula que vem acontecendo desde 2009 é de extrema importância, visando a qualidade de ensino e a motivação do aluno, que muitas vezes não tem condições de comprar seu material.

Por sua vez, o Prefeito Milton, desejou aos alunos um bom retorno às aulas, fazendo um pedido especial, para que cada aluno cuide da sua escola, do ambiente escolar e também do seu material que foi entregue por ele. Reforçou ainda que, no segundo semestre a Escola Modelo II, no Bairro Rainha será entregue.

A compra dos kits teve um investimento de mais de 114 mil reais, beneficiando mais de três mil alunos. As aulas iniciaram no dia 09 de fevereiro em todas as as doze unidades que compõem o Ensino Fundamental.


terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Biblioteca do Educador

 Livros chegam à Biblioteca do Educador



A Biblioteca do Educador recebeu esta semana do MEC, uma coletânea de livros que expõem o que pensaram e o que fizeram alguns dos principais educadores e pensadores da história do Brasil e do mundo.

São ao todo 63 livros da coleção “Educadores” dos quais 31 são brasileiros e 30 estrangeiros, um índice e mais um volume especial com os manifestos dos Educadores que compõem os anos de 1932 e 1959.

Além destes, a pedido escolhidos pelos educadores, foram comprados outros livros que vem ao encontro das necessidades diárias do professor. Estes livros estão ao alcance para todos que lutam por uma educação de qualidade, que vão em busca de idéias e reflexões pedagógicas, que certamente contribuirão para o enriquecimento da ação educativa.


Para quem ainda não conhece a Biblioteca do Educador ou não realizou seu cadastro, é só comparecer a Secretaria munidos de seus documentos pessoais e realizar o cadastro, do qual possibilitará a utilização dos computadores, internet, cópias xerográficas e empréstimo de livros.


Fala Comunidade

Fala Comunidade Educadora



Na noite de ontem (07) teve início o primeiro dos 38 encontros do Programa Fala Comunidade Educadora 2011, no Centro de Educação Infantil Adelaide Ledra, no bairro Santana.

Com a participação da Comunidade Escolar, da qual inclui pais e professores, a diretora Tânia B. Bremer iniciou o encontro com boas vindas, e apresentando o histórico da Unidade. 

Segundo consta, a prefeitura buscava um terreno no bairro Santana para a construção de uma creche. Dona Adelaide Ledra sabendo da procura fez a doação do terreno. A prefeitura como forma de agradecimento faz a homenagem a Dona Adelaide, colocando o seu nome na Instituição. 

No dia 10 de setembro de 1988, deu-se então a inauguração da Creche Adelaide Ledra, hoje, Centro de Educação Infantil Adelaide Ledra.

A unidade conta com 06 professoras efetivas e 2 contratadas, 1 diretora e 3 auxiliares de serviços gerais. Possui 4 salas para o atendimento das crianças, sala de direção, cozinha e dois refeitórios, 2 sanitários, 1 depósito, lavanderia, 1 sala para funcionários, área de recreação e lazer. 

A unidade atende cerca de 60 crianças sendo a maioria do próprio bairro, com horário de funcionamento das 7h às 18h e 30min.

Após, a Secretária de Educação Janara Ap. Mafra, agradeceu a presença dos pais e apresentou a forma de gestão democrática da qual é trabalhada em todas as Unidades. 

"Dividimos nosso trabalho em três partes: administrativo, pedagógico e gestão de pessoas. Hoje todas as unidades administram os recursos de forma descentralizada e com a participação das APPs e dos Conselhos Escolares". 

Janara mostrou aos pais de onde vêm os recursos utilizados para a compra de materiais pedagógicos, reformas, bens duráveis entre outros. "Hoje os recursos partem de quatro fontes: da descentralização, do PDDE - Programa Dinheiro Direto na Escola, APP e Secretaria, criando condições de possibilitar ao aluno um ambiente saudável e acolhedor, com foco no desenvolvimento da aprendizagem.


Ainda no encontro os pais puderam conhecer um pouco do Projeto Político Pedagógico, que é o documento que norteia todas as ações da escola, indica o rumo a seguir, visando sempre a melhoria da qualidade do ensino.


Próximos encontros do Fala Comunidade:
- 08/02 CE Aníbal de Barba
- 09/02 CEI Aquarela
- 10/02 CEI Augusto Bosco
- 11/02 CEPLAS e Escola Modelo Arvino Walter Gaertner




sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Ferias no CE Ulrich HÜbsch

Centro Educacional Ulrich Hübsch
                   
                   
Professoras: Adriana Martins
                   Eliana Giovanella Mázera
                   Daiana Felippe
                   Solange Aparecida Demétrio
                   Viviane Ulmann.
               
Turma: Maternal e Jardim
Período: 03/ 01 a 04/02/2011 Obs.: projeto de ferias


A ARTE DE BRINCAR E RECRIAR COM DOBRADURA
 E CANTIGAS


OBJETIVO GERAL:

Levar a criança ao desenvolvimento e compreensão de idéias e conceitos que ela mesma poderá construir nas brincadeiras em grupos, estimulando várias linguagens e a imaginação através de cantigas e dobraduras.
  

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

Familiarizar-se e locomover-se nos vários espaços que o ambiente oferece;
* Promover passeios, obedecendo regras e limites ;
* Visualizar e fazer observação de todas as coisas que os rodeiam;
* Vivenciar jogos e brincadeiras dirigidas;
* Desenvolver atos de responsabilidade, cooperação e respeito entre as crianças;
* Incentivar a socialização e integrar as crianças entre si;
* Desenvolver o gosto pela leitura através de diversas histórias;
* Explorar várias músicas e confeccionar os personagens com dobraduras;
* Desenvolver a viso-motor para ver e fazer as dobraduras;
* Perceber a textura do papel e das linhas formadas pelas dobras;
* Estimular a discriminação auditiva nos sons das músicas, intensidade e ritmos;
* Proporcionar momentos de socialização, criatividade e imaginação;
* Propor momentos de concentração;
* Desfrutar momentos prazerosos como forma de leitura brincadeiras, atividades lúdicas livres ou dirigidas.


JUSTIFICATIVA:  

O brincar é uma maneira lúdica de a criança realizar os seus sonhos e desejos impossíveis de serem concretizados. A brincadeira e o brinquedo estão presentes na atividade infantil e fortalece o aspecto psicológico, proporcionando um desenvolvimento mais amplo e significativo à criança.
Brincadeira é aprendizado, experiência e expressão, é brincando que a criança se prepara para o futuro, ressaltando que tanto a brincadeira pedagógica quanta a recreativa são essenciais.
Brincar é uma das atividades fundamentais para o desenvolvimento da identidade, da autonomia e da imaginação.
Neste período de férias o CE Ulrich Hübsch proporciona às crianças diversas brincadeiras, passeios, circuitos, contação de histórias e confecção de dobraduras diversas relacionando com a música.
Centrando a atenção nas brincadeiras, percebeu-se que é importante ter a dobradura como importante aliado, pois a criança associa o prazer de ouvir histórias e músicas, podendo confeccionar os personagens. Desta forma a criatividade é a imaginação em ação, onde as crianças podem viajar nas “dobraduras da imaginação”, formando seres criativos e felizes.

  
METODOLOGIA

Em círculo contar diversas literaturas e histórias em seqüência; cantar várias cantigas de roda e explorar o texto musical, fazendo-os refletir; fazer passeios diariamente e observar o espaço em que eles moram;

Repetir várias vezes, sobre a fila, respeitando a ordem; levar as crianças para brincar com corda no pátio do C.E.I. Montar atividades de circuito com obstáculos na sala e no pátio; brincar com bolas, baldinhos e peneiras na caixa de areia.

Na sala de aula, brincar da dança da cadeira; cantar e encenar as músicas, antes de fazer as dobraduras; no grande círculo, brincar de ovo-choco, passa-anel e bate-manteiga; amarelinha, carinho de mão, toca do coelho, caixa de sensação, telefone sem fio, cobra cega de roda, batata quente, morto vivo, corrida dos sapatos.


Confeccionar dobraduras de alguns bichos: peixe, sapo, pintinho, formiga, caranguejo, cachorro, galinha, elefante e gato. As crianças poderão pintar e desenhar o seu habitat colorindo as dobraduras; 

Toda sexta-feira as crianças poderão trazer um brinquedo e manusear os jogos e peças de encaixe da sala; Brincar de cabeleireiro e manicure, onde as professoras farão penteados e pintura nas unhas das meninas.

RECURSOS:
Diversos livros de literatura infantil, histórias em seqüência, músicas e textos.

MATERIAIS:
CD de músicas aparelho de CD, corda, bolas, cadeiras, papel de ofício, lápis de cor, caneta, giz, peças de encaixe, cola e tesoura etc..

AVALIAÇÃO:
Este projeto terá como meio avaliativo as observações das crianças, tendo como ênfase a participação, interesse, respeito, organização, colaboração e desempenho nas atividades propostas.

Atividades de Férias

MOMENTO DE ALEGRIA, LAZER E APRENDIZAGEM: UMA PROPOSTA PARA O DESENVOVIMENTO MOTOR E COGNITIVO COM ELEMENTOS DE DIVERSÃO E DESCONTRAÇÃO




CE FAVINHO DE MEL II


No mês de janeiro do ano que se inicia aplicou-se este projeto, específico para este período, em que o número de alunos é menor na escola, devido as férias dos pais dos alunos. Foram proporcionadas atividades diferenciadas visando assim, explorar as diversas áreas do desenvolvimento infantil.

O projeto tem como objetivo proporcionar momentos agradáveis e diferentes vivências, acrescentando assim conhecimentos e saberes as crianças e desenvolver através das brincadeiras e do lúdico:

A linguagem;
As percepções visuais, táteis e auditivas;
A psicomotricidade fina e ampla;
A socialização, propondo novos conhecimentos e vivências.


Foram realizadas brincadeiras diversas; oficina de massinha; contação de histórias; Brincar com lápis e guache;  bolinha de sabão e banho de mangueira; piquenique; passeio com a TATÁ; roda de música dança da cadeira; cinema com pipoca; dia da motoca ou bicicleta; vamos brincar de recortar e montar; passa anel; o mestre mandou; quebra-cabeça; jogo da memória; jogos de montar.



Este projeto foi realizado no período de Férias.
VOLTA ÀS AULAS


O ano letivo de 2011 para as unidades de ensino municipal de Rio do Sul começam oficialmente na próxima quarta-feira (9).

 
Aproximadamente 2,6 mil alunos são esperados nos centros educacionais e pelo menos três mil crianças estão matriculadas nas unidades de ensino infantil, que estão abertas desde o dia 3 de janeiro, conforme prevê o programa Educação Infantil 12 meses. Os dias 7 e 8 vão servir para organização de materiais e preparação das escolas para receber os estudantes.
 
Já nas primeiras semanas de aula, cada estudante receberá gratuitamente, material escolar para uso durante o ano. O kit é composto de caderno, lápis, borracha, caneta, lápis de cor, caderno de desenho, régua, tesoura, cola, creme dental e escova de dente.
 
Programa Fala Comunidade terá continuidade
 
O Programa Fala Comunidade terá continuidade neste ano, com a chance para que pais, professores, direção e a equipe da Secretaria de Educação possam discutir projetos e planos educacionais. A agenda já está confirmada para todo o mês de fevereiro e março, e a primeira reunião será no Centro de Educação Infantil Adelaide Ledra, no bairro Santana, na próxima segunda-feira (7), a partir das 19h.
 
A secretária de Educação, Janara Mafra convida toda a comunidade escolar a fazer parte do programa que tem proposta de discutir caminhos que a escola pode seguir ao longo do ano letivo e também ouvir sugestões da população.
 
“Muitas ações de melhoria são propostas pelos pais, pela comunidade escolar. E é com esta integração que podemos melhorar cada vez mais a nossa rede de atendimento educacional”, avaliou a secretária.
 
 
Agenda de reuniões – Início sempre às 19h
 
7/2 - CEI Adelaide Ledra
8/2 - CE Aníbal de Barba
9/2 - CEI Aquarela
10/2 - CEI Augusto Bosco
11/2 - CEPLAS e Escola Modelo Arvino Walter Gaertner
14/2 - CEI Canta Galo
15/2 - CEI Cantinho do Amor I
16/2  - CEI Cantinho do Amor II
17/2 - CEI Cinderela
18/2 - CE Ribeirão Cobras Norte
21/2 - CEI Cobras
22/2 - CE Daniel Maschio
23/2 - CEI Danilo Lourival Schmidt
24/2 - CEI Déa Bornhausen
25/2 - CEI Egídio Dalmarco
28/2 - CEI Favo de Mel I
1/3 - CEI Favo de Mel II
2/3 - CEI Francisco Fleisner
3/3 - CE Guilherme Butzke
4/3 - CEI Ilse Soldatelli
9/3 - CEI Maria José Strasmosk
10/3 - CE Matheus Alves Conceição
11/3 - CEI Navegantes
14/3 - CEI Pe. Angelo Moser
15/3 - CE Pedro dos Santos
16/3 - CEI Pinguinho de Gente
17/3 - CEI Raio de Luz
18/3 - CE Ricardo Marchi
21/3 - CE Roberto Machado
22/3 - CEI Romão Trauczynski
23/3 - CE Ruth Schroeder Ohf
24/3 - CEI Sebastião Back
25/3 - CE Shirley Dolores Sedrez
28/3 - CEI Tia Bea
29/3 - CEI Titio Karan
30/3 - CE Ulrich Hübsch
31/3 - CE Willy Schleumer
 
 
 
Clóvis Eduardo Cuco
Departamento de Comunicação – (47) 3531-1214
3-2-11
 

Seminário Pedagógico


ABERTURA DO SEMINÁRIO PEDAGÓGICO 2011 TEVE PARTICIPAÇÃO EFETIVA DE EDUCADORES


Professores atentos


O Seminário Pedagógico da Secretaria de Educação de Rio do Sul teve um total de seis palestrantes, levando integração, conhecimento e discussão de trabalhos para os profissionais da rede municipal de ensino de Rio do Sul. 

Na abertura do seminário na noite de terça-feira (1), o prefeito Milton Hobus, o vice Garibaldi Antônio Ayroso e a secretária de Educação, Janara Mafra deram boas vindas aos cerca de 800 professores de Rio do Sul e região que participaram do evento. Cada educador recebeu da Secretaria de Educação, um kit com bolsa, caderno, material do seminário e um squeeze.


Emoção e encantamento foram os sentimentos do público ao ouvir a Secretária Janara e o cantor Carlos, ao entrar com toda a equipe da secretaria, cantando a música "Amigos para Sempre". O Tenório Israel Chiqueti também emocionou a todos com duas canções.



O palestrante da noite foi o professor José Inácio da Silva Pereira, mais conhecido como “Professor Pachecão”, um dos mais emblemáticos representantes do estilo “aula show” do Brasil.


Ele falou por cerca de uma hora e meia, sobre como as dificuldades ao longo da vida como professor lhe deram grandes ideias para evoluir e se tornar hoje um profissional de respeito e com uma carreira promissora. “Não existe nada mais incrível do que a sala de aula, que mesmo nas adversidades, é o local da preparação dos nossos estudantes para a vida. E com boas propostas, o ensino é recompensador para todos”, garantiu.

As atividades na manhã de quarta-feira foi com o conferencista César Nunes, doutor em filosofia e história da educação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e com o professor da Universidade de Maringá (PR), João Luiz Gasparin todas no Parque Universitário Norberto Frahm (PUNF).

Gasparin enfatizou a importância do planejamento, do educando como sujeito social do conhecimento. O professor deve ter um objetivo para seus ensinamentos. "Se o professor não souber porque está ensinando aos seus alunos, não deve ensinar". Além disso, a escola deve ser para o aluno um desafio e o professor deve problematizar, transformar o conteúdo em um desafio. 
João Luiz Gasparin
César Nunes - Humanizar é preciso

À tarde, Gasparin se reuniu com pedagogos e diretores e apresentou uma proposta de planejamento onde o processo de ensino se encontra numa perspectiva histórico-crítica da educação que evidencia cinco etapas para o trabalho docente: Pŕatica social inicial, problematização, instrumentalização, catarse e prática social final. 

Gasparin com pedagogos e diretores - planejamento

Por sua vez, César Nunes trouxe como tema "Educação emancipadora: humanizar os saberes e educar os afetos" que fez um retrospecto de todas as pedagogias que já não atendem mais a realidade brasileira. Ressaltou que, os professores devem buscar pelo conhecimento, pela leitura, levando a todos a reflexão de que o aluno precisa da escola, precisa da confiança do professor, precisa de uma segunda chance.


No período da tarde, os profissionais foram divididos por grupos temáticos, com palestras distintas para os professores da educação infantil, ensino fundamental - anos iniciais, anos finais e equipe pedagógica e diretores. 

Regina Shudo atendeu professores da Educação Infantil, onde mostrou às professoras que conhecimento científico e prática devem estar juntas  e, que toda atividade deve ter um objetivo concreto para que a criança consiga absorver o conhecimento. Regina lembrou que esta é a fase mais importante da criança  e as aulas da educação infantil devem ser um espaço onde o brincar é essencial, pois as crianças refletem, questionam e buscam, gradativamente, compreender as formas culturais nas quais ela vive, construindo a realidade que a circunda. 
Professoras Ed. Infantil - Prática

Os professores do ensino fundamental anos iniciais, obtiveram conhecimento sobre Ciclos com a Professora Adriana Conceição Santos dos Santos do Rio Grande do Sul e os professores dos anos finais, através do mestre em Educação, Paulo Roberto Sehnem, foram orientados sobre planejamento educacional, através de práticas pedagógicas. 


Ambos os palestrantes estiveram presentes nas Unidades Educacionais, nos dias 03 e 04, assessorando os educadores quanto ao planejamento dentro dos programas de ensino da rede e sanando dúvidas para auxiliar neste processo.


Adriana e Paulo Roberto - assessoria




As aulas da Rede Pública Municipal de Ensino têm início no dia 09 de fevereiro.

Equipe com Pachecão e João Luiz Gasparim